sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Taxistas de Ribeirão prostestam contram uber

Grupo protestou na Prefeitura contra aplicativo de transporte privado.

Os taxistas de Ribeirão Preto estão reclamando sobre a concorrência desleal do "app pirata" que tem causado crise no setor.
"Nós viemos pedir para o prefeito que ajude nossa classe que anda meio sacrificada, porque a gente está sendo de certa forma combatido por aplicativos e a gente está conseguindo respirar muito pouco hoje. O que gente busca é uma ajuda do poder público pra ver se consegue combater esses aplicativos aqui no nosso município", afirma Aparecido Mariano, diretor presidente de uma cooperativa de táxis em Ribeirão.

O aplicativo que possibilita o transporte particular está em funcionamento em Ribeirão Preto desde setembro do ano passado. Em novembro, além do cartão de crédito, passou a aceitar dinheiro no pagamento das corridas.

Segundo Aparecido Mariano, a despeito da aceitação do aplicativo entre os usuários, os motoristas contratados por intermédio do aplicativo não recolhem impostos como os taxistas.
"O que nós temos é despesa, pagamos impostos, recolhemos muitos impostos. Esse aplicativo não gasta um centavo em pneu, com combustível, com nada", reclama.
O taxista Alessandro Janiak defende que a categoria, que conta em torno de 700 profissionais no município, é a única autorizada por lei a prestar serviço de transporte na cidade.
"Nós somos taxistas e licenciados, pagamos nossos impostos corretamente, temos carro de aluguel, ou seja, com chapa vermelha, que são os únicos autorizados pela Prefeitura e até em lei federal a atuarem no transporte individual de passageiros. E é isso que nós estamos querendo, que nosso direito seja resguardado", disse.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Carteira de motorista ganha novo visual



CNH  terá papel com marca d’água, tintas de variação ótica e fluorescente

As CNHs vão ganhar novas cores e itens de segurança. As mudanças atendem à nova regulamentação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), válida para todo o País.

Os itens de controle de segurança incluem ainda mais elementos em relevo e em microimpressão. O fundo do documento também ficará mais amarelado.

A tinta azul esverdeada da tarja que fica no topo das atuais carteiras, acima da foto de identificação, será preta. A impressão continua em alto relevo e a tarja passa a ter do lado direito o mapa do estado responsável pela emissão da CNH.

A tarja trará o mapa do estado responsável pela emissão do lado direito. No lado esquerdo, sob o Brasão da República, aparecerá a imagem do mapa do Brasil.

A nova CNH terá ainda duas sequências de números de identificação nacional – Registro Nacional e número do Espelho da CNH – e uma de identificação estadual – número do formulário do Renach (Registro Nacional de Condutores Habilitados).

As mudanças serão válidas para os documentos expedidos a partir de 2017. Mas os condutores não precisam fazer a troca, pois os documentos atuais serão reconhecidos até a validade ou até que o condutor solicite alguma alteração de dados.


quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Valores do seguro DPVAT ficará 37% mais barato em 2017

Os valores do seguro obrigatório, o DPVAT, serão reduzidos em 2017. Quem tem carro (exceto picape) vai pagar R$ 63,69. Para motocicletas, o valor será de R$ 180,65. O custo pode ser parcelado em até 3 vezes. A taxa compõe o emplacamento de veículos juntamente com IPVA e o licencimento anual. 

De acordo com a Superintendência de Seguros Privado (Susep), a redução de 37% nos valores ocorreu porque o número de indenizações pagas desde 2014 diminuiu, principalmente, em casos de invalidez. Mesmo com a redução, os números de acidentes no Piauí são preocupantes. Até esta quarta-feira (27), o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) recebeu mais de 65 mil pacientes. Destes, quase 13 mil são vítimas de acidente de trânsito, sendo 84% envolvendo motocicletas.
O presidente da Associação Piauiense de Educação no Trânsito, Ricardo Borges, esclarece algumas dúvidas sobre quem tem direito ao benefício.
"Na verdade todo mundo tem direito ao seguro: o pedestre que é atropelado, o veículo que colidiu com a moto e vice-versa, até mesmo em casos de uma carga que se soltou na rua e acabou prejudicando alguém", disse Borge
Para todas as categorias, será cobrada ainda uma taxa de R$ 4,15 para emissão do seguro para quem optar pelo pagamento em cota única. Quem quiser parcelar o DPVAT pagará a taxa de R$ 9,63. Também haverá cobrança de imposto sobre operações financeiras (IOF).

Veja a tabela do DPVAT 2017 (sem considerar taxa e imposto):
- Automóveis: R$ 63,69 (era de R$ 101,10)
- Motocicletas: R$ 180,65 (era de R$ 286,75)
- Caminhões e caminhonetes: R$ 66,66 (era de R$ 105,81)
- Ônibus e micro-ônibus com cobrança de frete e lotação de mais de 10 passageiros: R$ 246,23
- Ônibus e micro-ônibus sem cobrança de frete ou lotação de até 10 passageiros, com cobrança de frete: R$ 152,67
- Ciclomotores de até 50 cilindradas ('cinquentinhas'): R$ 81,90 (era de R$ 130)

Indenizações
O valor de indenizações não mudou em relação a 2016. Ela é de R$ 13.500 por morte, de até R$ 13.500 por invalidez permanente e de até R$ 2.700 para despesas médicas.

O que é DPVAT
O seguro DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) cobre casos de morte, invalidez permanente ou despesas com assistências médica e suplementares (DAMS) por lesões de menor gravidade causadas por acidentes de trânsito em todo o país.
O recolhimento do seguro é anual e obrigatório para todos os proprietários de veículos.
A data de vencimento é junto com a do IPVA, e o pagamento é requisito para o motorista obter o licenciamento anual do veículo.
Vítimas e seus herdeiros (no caso de morte) têm um prazo de 3 anos após o acidente para dar entrada no seguro. Informações de como receber o DPVAT podem ser obtidas pelo telefone 0800-022-1204.
"O seguro DPVAT não precisa de advogado ou outro intermediário para que você consiga resgatar o dinheiro. O benefício pode ser resgatado em até 30 dias, se você for em um posto de atendimento que pode ser qualquer seguradora de autos. Basta apresentar toda a documentação pessoal, hospitalar e BO. Com 30 dias, dando o número da conta direitinho, você recebe o DPVAT", finaliza Ricardo Borges

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Rodízio municipal de veículos em SP será suspenso a partir desta sexta

No dia 16 de janeiro, o rodízio volta a valer na cidade. Nos dias 25/12 e 01/01 veículos comuns e uso misto podem circular nas faixas exclusivas

O rodízio municipal será suspenso a partir desta sexta-feira, até o dia 15 de janeiro de 2017. No dia 16, uma segunda-feira, o rodízio volta a valer para veículos com placas 1 e 2.
Na terça-feira, não circulam veículos com placas 3 e 4, na quarta-feira, 5 e 6, na quinta-feira, 7 e 8, e na sexta-feira, 9 e 0.

Nesse período continuam valendo normalmente o rodízio de caminhões, a Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC), e a Zona de Máxima Restrição ao Fretamento (ZMRF).
No caso da ZMRC, a restrição estará mantida nos dias 24 e 31, com liberação nos dias 25/12 e 01/01/2017, respectivamente. No caso da ZMRF, liberado nos dias 24, 25 e 31/12 e 01/01/2017.
Se houver desrespeito, a infração é de nível médio, com multa no valor de R$ 130,16 e 04 pontos na carteira do motorista.

Faixas Exclusivas de Ônibus 
Nos dias 24, 25, 31/12 e 01/01/2017 está liberada a circulação de táxis em corredores e faixas exclusivas de ônibus (à direita e à esquerda), conforme determina a portaria nº 084/16-SMT.GAB.
Nos dias 24 e 31/12, os motoristas de veículos comuns e uso misto devem respeitar a sinalização vigente em cada local.
Nos dias 25/12 e 01/01/2017 veículos comuns e uso misto podem circular nas faixas exclusivas à direita e à esquerda. No entanto, não está liberada a circulação nas faixas operacionais de desvio da Avenida Paulista.
Corredores de Ônibus
Nos dias 24, 25, 31/12 e 01/01/2017 está liberada a circulação de táxis em corredores e faixas exclusivas de ônibus (à direita e à esquerda), conforme determina a portaria nº 084/16-SMT.GAB.

A circulação de veículos comuns e uso misto está liberada em corredores nos dias 24, 25, 31/12 e 01/01/2017, das 15h de sábado até às 4h00 de segunda-feira, conforme determinação da portaria nº 083/16-SMT.GAB

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro “transitar em corredores e faixas exclusivas de ônibus em horários não permitidos pela regulamentação” é infração gravíssima, com multa no valor de R$ 293,47 e 07 pontos no prontuário do motorista.

Zona Azul Especial
Nos dias 24, 25, 31/12 e 01/01/2017 está suspensa a fiscalização de agentes e pagamento de Zona Azul por parte dos motoristas nos bolsões internos e vias no entorno do Parque do Ibirapuera. Nos demais locais vale a sinalização vigente.
Ciclofaixas de Lazer
As Ciclofaixas de Lazer serão ativadas no dia 25/12, das 7h00 às 16h00. Não haverá ativação no dia 01/01/2017.
Trechos das ciclofaixas podem não ser ativados em função dos bloqueios operacionais para eventos autorizados.
 

Campanha

Campanha