sábado, 28 de maio de 2011

Prefeitura vistoria serviço de táxi do Aeroporto de Cumbica

Espera é de cerca de 20 minutos às segundas-feiras

Medida reforça necessidade das 
133 novas vagas já anunciadas

Um tempo de espera de cerca de cinco a 20 minutos no ponto de táxi do Aeroporto de Cumbica. Essa foi a constatação do novo secretário de Transportes e Trânsito, Atílio Pereira – que assumiu o cargo em fevereiro - durante vistoria realizada na manhã da segunda-feira 30 de maio, no setor de desembarque. As segundas são o dia da semana com maior fluxo de passageiros.
A medida mais imediata para me-lhorar o deslocamento dos passageiros que chegam ao Aeroporto de Cumbica é o aumento da frota de táxis no local, uma medida que já havia sido anunciada pela Prefeitura no ano passado, conforme tem noticiado o Jornal do Transporte. Segundo Pereira, faltam definir alguns critérios para o início da operação dos 133 novos carros, dos quais 80 serão remanejados entre os taxistas que já operam em Guarulhos. 
O secretário lembrou que houve uma elevação muito grande, nos últimos anos, no fluxo de passageiros no Aeroporto de Cumbica, que saltou de 11 milhões em 2003 para 30 milhões em 2010. “Estamos fechando esse primeiro semestre e já ultrapassamos a marca do ano passado”, pondera. “É fundamental discutirmos uma matriz ferroviária e pensarmos também em uma faixa exclusiva de ônibus que passe na Dutra e na Marginal Tietê, ligando São Paulo a Guarulhos.” A faixa exclusiva de ônibus teria de se estender da Dutra à Marginal Tietê, enquanto a malha ferroviária envolve dois projetos já conhecidos: o Expresso Aeroporto, cuja implantação seria via parceria público-privada (PPP), e o Trem de Guarulhos, que aguarda estudos de viabilidade por parte da EMTU. 
Para Robson Xavier, presidente do Sindicato dos Taxistas de Guarulhos, a intenção do poder público, de estar por dentro do que acontece, é muito positiva. “O processo está correndo bem, acreditamos que até julho tudo esteja resolvido”, diz.
Xavier: é positivo o poder público estar inteirado de tudo

Nenhum comentário:

Postar um comentário