terça-feira, 31 de dezembro de 2013

FTTRESP inaugura novo auditório

O evento contou com a presença
de lideranças sindicais


A FTTRESP (Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado de São Paulo) teve um cerimonial de inauguração no dia 13 de dezembro do novo auditório da sede da entidade que está localizado no bairro da Santa Ifigênia, região central de São Paulo.
No evento houve a presença de lideranças sindicais como: Paulinho da Força Sindical, Deputado Alcides Amazonas, Luiz Gonçalves Presidente da Nova Central Sindical de trabalhadores de São Paulo (NCST-SP), Antônio Matias (Ceará) presidente do Simtetaxis, Paulão presidente do Sindimoto Baixada entre outros.
Varias reivindicações e homenagens de diversas categorias foram ouvidas ao final houve um almoço com todos os presentes.

Valdir Pestana, presidente da FTTRESP agradeceu imensamente a participação de todos “Só tenho agradecer a todas as pessoas que vieram prestigiar essa celebração e só tenho a ressaltar que em 2014 continuaremos realizando nossos trabalhos com muita força e um feliz natal e prospero ano novo para todos”, diz Pestana.

Coooperlider realiza festa de confraternização para os cooperados e para a população.


Diretoria da Cooperlider e Edmam da BV Seguros

O evento aconteceu na sede da 

cooperativa no dia 15 de dezembro

 A comemoração promovida pela Cooperlider em 15 de dezembro foi um verdadeiro sucesso.
No dia foram realizadas duas festas na sede da cooperativa que esta localizada na estrada do Alvarenga n° 4500 , na Pedreira.
No período da manhã foi destinado para cooperados e suas famílias com direito a um grande banquete, churrasco, brinquedos infantis, sorteios de prêmios e muito mais. 
Teve cerca de 2.000 mil cooperados, Secretários,cooperativas e prefeito da região entre outros prestigiando a comemoração.

O Prefeito de Diadema Lauro Michels estava muito agradecido pelo convite “É uma verdadeira honra estar presente em uma comemoração tão linda e de pessoas trabalhadoras, que sem elas não existiriam transporte coletivo na cidade, queria imensamente agradecer ao Paulinho pelo convite e elogiar a sua grande luta na categoria”, agradece prefeito.
Em seguida encontramos Valter Bispo, presidente da Unicoopers que garantiu a presença no evento “Estou aqui representando a Unicoopers e parabenizando meus amigos pelo grande evento, não poderíamos ficar sem prestigiar a Cooperlider, e desejando a todos um feliz 2014”, fala Bispo.
O outro evento aconteceu no mesmo local, porém foi um show aberto para toda população local, o publico era de cerca de 30 mil pessoas e contou com a participação do Cantor Belo, o grupo Pixote e Katinguelê, e nos intervalos agitando o pessoal teve o Dj Puff tocando funk.

Foi uma verdadeira festa, todos os cooperados estavam muitos agradecidos.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Federação dos taxistas realiza confraternização com lideranças

José Fioravanti (Federação), Odemar Ferreira (Sindicato do ABCD) e
Edmam (BV Seguros)
A celebração aconteceu na famosachurrascaria Fogo de Chão

 Os sindicatos de taxistas do Estado de São Paulo participaram da celebração da Federação dos taxistas realizada no dia 18 de dezembro na churrascaria Fogo de Chão.
O evento também contou com a presença de empresários do setor; José Fioravanti, presidente da Federação, agradeceu a presença de todos e estava emocionado.
“É com muita alegria de ano após ano que tenho o prazer de organizar esse almoço com amigos que moram no meu coração e que sempre enfrentaremos as dificuldades da categoria juntos”.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Invasão no Sindicato dos motoboys de São Paulo

Sede do sindicato é atacada novamente

No dia 11 de dezembro ocorreu as 15:30 h mais uma invasão no Sindicato dos Motoboys de São Paulo.
Portões, janelas e paredes da sede foram afetados pelos agressores que atingiram com marreta, pé de cabra e um galão de gasolina.
De acordo com Alemão, os responsáveis são membros do Sindicato que tem como presidente o Gilberto de Almeida (Gil), e o motivo seria por conta de uma revolta pela perda da representatividade do Sindicato na Capital, na qual o Aldemir Martins (Alemão) que ganhou na justiça.
O boletim de ocorrência foi registrado no 6° DP do Cambuci no bairro da Aclimação.
Segundo Alemão o ocorrido é um atitude infantil de perdedores:
“Essa invasão tem origem do Sindicato dos pelegos, que estão em desespero por ter perdido a representatividade na capital”, declara.  


Confira as fotos:









segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Celebração de posse da nova diretoria da Nova Central de São Paulo

Lideranças reunidas no evento

O evento ocorreu no Salão
Nobre do Clube Transmontano


No dia 22 de novembro, aconteceu a posse da nova diretoria da NCST-SP (Nova Central Sindical de Trabalhadores São Paulo), com participações de lideranças e presenças políticas.
O mandato será valido de 2014 até 2017; Luiz Gonçalves eleito com presidente da NCST-SP, afirma que a luta segue bravamente:
“É com muita honra que agradeço a ilustre presença de todos, e só tenho a dizer que lutaremos bravamente cada dia pelos trabalhadores em busca de igualdade e direitos iguais, não iremos parar até conquistar!”, palavras do Luiz Gonçalves.
Na celebração também entrevistamos o presidente da NCST-Nacional José Caxlito Ramos (Essa celebração é decorrente ao entendimento que existe entre as entidades filiadas, é um momento de alegria já que vivemos de revendi cação de trabalho). Para mim a luta é permanente, Sindicalismo é uma chama que nunca se apaga.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Atenção Motofretista

Não caia no “golpe do curso”.

 O Jornal do Gil e do Gerson Gordinho traz em sua edição de julho, na pagina 4, um anúncio do curso do instituto motofrete gratuito.

O Local do Curso não foi aprovado pela Prefeitura do Município de São Paulo e o Detran não aprovou o curso. É mais uma tentativa de enganar a categoria.

Ricco Santana, presidente da Ornamoto, orienta a categoria para estar atenta, pois um instituto que não esta regularizado no Detran, e nem na prefeitura, divulga informações falsas sobre cursos gratuitos.
“O Instituto Motofrete anuncia que possui 10 mil vagas em cursos gratuitos quando na verdade ele não tem nem autorização de funcionamento, eles são uma farsa, usam de meios de baixo escalão para se promoverem com o apoio de um sindicato.”
E  ressalta que a categoria tem que ter cuidado com os charlatões e estará dando todo suporte para os interessados em fazer o curso.




quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Ornamoto se destaca em cursos para motofretistas

RICCO SANT´ANNA - Presidente Ornamoto


Qualidade de ensino e estrutura são os principais aspectos da entidade

A Ornamoto é uma organização sem fins lucrativos que a cada dia vem ganhando destaque entre outras entidades que oferecem o curso de capacitação para o motofretista.
O principal objetivo e oferecer a oportunidade para pessoas de renda baixa, se adequar as normas da Resolução n° 350  do CONTRAN que trata da obrigatoriedade do curso para exercer a profissão, cobrando apenas um valor simbólico.Em São Paulo a entidade é a única que possui uma estrutura de duas pistas cobertas, para caso de chuvas e salas amplas que contam com a capacidade de 2.500 pessoas.
A escola surgiu no ano passado, porém a liberação do Detran só ocorreu em junho deste ano. 



Para se inscrever necessita:
  • Estar habilitado, no mínimo, há dois anos na categoria A;
  • Não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir;
  • Não estar cumprindo pena de cassação da carteira nacional de habilitação (CNH), decorrente de crime de trânsito;
  •  Não estar impedido judicialmente de exercer seus direitos.
Pista de Treinamento coberta

O presidente da Ornamoto, RICCO SANT´ANNA assume que atualmente a instituição enfrenta algumas dificuldades por causa de um instituto que divulga informações indevidas.
Sala de Aula

“O Instituto Motofrete anuncia que possui 10 mil vagas em cursos gratuitos quando na verdade ele não tem nem autorização de funcionamento, eles são uma farsa, usam de meios de baixo escalão para se promoverem com o apoio de um sindicato. Utilizando o nome que nem a eles pertencem, o verdadeiro dono é Orlando Leone presidente da Anfamoto. Por causa dessas falsas informações, poderíamos ter muito mais motofretistas do que temos hoje. Acredito fielmente que o Sindimoto/SP irá conduzir a categoria na melhor direção, sempre lutando pelas causas da categoria e revertendo a situação para que esses motoboys que acreditam nesses farsantes não sejam prejudicados”.

terça-feira, 23 de julho de 2013

Editor da Motoboy Magazine é chamado para depor

Oscar Santos - Editor da Revista Motoboy Magazine
Depois de ter sofrido uma agressão, 
Oscar Santos Depõe no 27 DP° de Campo Belo

Na edição n°207 (outubro de 2012) do Jornal do Transporte, foi retratado o ato covarde da parte do sindicato dos motoboys que agrediram de informa injusta o editor da Revista Motoboy Magazine.
O fato aconteceu no dia 18 de outubro nas dependências do sindicato e teve como suposto agressor da Truculência, o vice-presidente da entidade.
Oscar Santos esclarece que a violência foi gerada devida á uma entrevista que foi feita com a entidade, e que continha perguntas polêmicas, nas quais uma delas se referia a obrigatoriedade da contribuição sindical.
“Não entendo o porquê dessa brutalidade, fizemos a mesma entrevista para outros sindicatos que responderam de forma pacifica e tranqüila, porém eles se sentiram ameaçados, poderiam ter apenas respondido as perguntas ou negado.” Desabafa Oscar.
Está não é a primeira vez que essa entidade está envolvida com atos de violência, houve há um tempo atrás uma invasão há um outro sindicato.
A maneira de solucionar os problemas que o sindicato dos motoboys adota e disseminando o medo na categoria, ameaçando e intimidado todos que não concordam com suas idéias.
Oscar comenta também a respeito do que espera no futuro em relação à outra entidade:
“Em breve vai ter uma decisão com outro sindicato que esta brigando na justiça, que logo mais serão eles que vão estar no poder e esperamos que eles não usem desses artifícios pra calar a boca das pessoas. A categoria tem que ficar atenta, pois eles são a nova força, e devem se unir de forma pacifica pra melhorar o setor e ver o que é melhor para eles”, afirma Santos.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

4 ° edição do evento Transpúblico e Seminário Nacional NTU

Estande da NTU


O evento ocorreu durante os dias  3, 4 e 5 de julho, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

A Associação Nacional das Empresas de
Transportes Urbanos (NTU) promoveu o Seminário Nacional 2013 “Mobilidade Sustentável para um Brasil Competitivo”, com foco na proximidade dos grandes eventos internacionais que o Brasil sediará até 2016 e na crise de mobilidade urbana que cidades brasileiras enfrentam.O evento teve como propósito, ampliar o debate sobre os desafios e soluções sustentáveis para o desenvolvimento do país e qualidade de vida aos cidadãos. Em um dos painéis, a NTU apresentou uma avaliação técnica sobre os gargalos nos sistemas de transportes urbanos e o desempenho da mobilidade nas cidades-sede, de olho nos desafios que o setor vai enfrentar para a realização da Copa das Confederações da FIFA. O relatório com essas análises será produzido durante os jogos.
Também foi abordado temáticas, como: a saúde urbana, a importância da mobilidade para alavancar a produtividade e competitividade para os vários setores (indústria, comércio, logística e serviços) e o reflexo disso no Custo Brasil.
Presidente Antonio e diretoria da Cooperpeople
O encontro inclui ainda, paralelamente aos debates e palestras, a Feira Transpúblico 2013, com uma exposição de fornecedores do setor de transportes. São fabricantes de veículos, equipamentos, sistemas e serviços para o transporte de passageiros por ônibus urbano.
A equipe do Jornal do Transporte encontrou a diretoria da cooperativa Cooperpeople no
evento, onde estavam conferindo as novidades na categoria.
“É muito bom, ter um evento onde sempre podemos saber as novidades do setor e assim cada vez mais pensando na melhoria dos serviços de lotação”, disse Antonio Oliveira presidente da Cooperpeople.

terça-feira, 4 de junho de 2013

Idéia do Sindimoto-SP é implantada na cidade

Presidente Aldemir Martins ( Alemão)




Faixa de retenção para motos é 
implantada em São Paulo

Foi inaugurado uma faixa de retenção na cidade de São Paulo para motociclistas e ciclistas tendo como objetivo trazer mais segurança,dando maior visibilidade às motos junto ás travessias de pedestres, diminuindo o conflito com os autos no momento da abertura do semáforo e a redução do numero de acidentes que envolve motos, ciclistas e pedestres no cruzamento.
Essa idéia surgiu através do Aldemir Martins presidente do Sindimoto-SP que protocolou um oficio no dia 11 de janeiro de 2013 sugerindo a implementação de tais faixas de retenção em prol da diminuição do acidentes, que segundo a CET(Companhia de Engenharia de Tráfego) em 2012, das 1.231 pessoas que perderam a vida vítimas de ocorrências fatais no sistema viário, 540 (43,8%) eram pedestres, 438 (35,5%) conduziam motocicleta e 52 (4,2%) estavam pedalando. A sinalização está localizada entre a faixa de pedestres e os automóveis e demais veículos parados, aguardando a abertura do semáforo. 
O ínicio da implantação ocorreu no Viaduto do Chá.
Novos testes estão sendo feitos nas esquinas da Avenida Rebouças, sentido centro, com a Rua Estados Unidos, no bairro de Pinheiros, com Henrique Schaumann e Av Brasil, e tambem na Rua Líbero Badaró.


quinta-feira, 16 de maio de 2013

Guarulhos tem nova padronização em veículos de Transporte


A uniformidade será obrigatória 
para taxistas e motofretistas

Os taxistas da cidade de Guarulhos deverão se adequar à nova padronização que terá a cor branca e devem circular com o prefixo e o número de permissão expostos, além do logotipo da cooperativa, telefone e site da central de rádio-táxi. Caso os táxis não forem de frota terão que exibir o brasão municipal, o telefone da Central de Inteligência Integrada de Guarulhos (CIIG) e o site da Prefeitura.
Outro item obrigatório é o crachá de identificação do taxista contendo nome, foto, RG e o prefixo do veículo. Tendo como objetivo facilitar a visualização dos táxis e trazer mais segurança aos usuários assim melhorando a fiscalização.
O prazo para adaptação das novas normas para taxis brancos é de 90 dias para regularização. Os de outra cor poderão ser “envelopados” com o novo padrão, e terão o prazo de 120 dias após a publicação do decreto.
“Nós entendemos que os táxis de rua deviam ser padronizados, pensando que Guarulhos é uma cidade de negócios, por onde circulam vários turistas vindos do aeroporto que se hospedam na cidade. Se alguém for fraudar precisa alterar dois itens: a padronização visual e o crachá”, afirmou o secretário municipal de Transportes e Trânsito, Atílio André Pereira. Já o prefeito de Guarulhos afirma que isso vai elevar a qualidade da prestação destes serviços na cidade, “Estamos nos preparando para ter uma frota moderna e eficiente, com foco nos grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo e a Olimpíada”, disse o prefeito Sebastião Almeida.  A Prefeitura disciplinará também a padronização dos pontos de táxi.
Para os profissionais do motofrete, a medida da uniformidade será aplicada em novo visual regulamentado, além dos itens de segurança, os profissionais que exercem a profissão de motofretista na cidade precisarão colar um adesivo no baú, fornecido pela Secretaria de Transportes, que consta um telefone para reclamações e também receberão crachás, que devem conter dados como o nome e RG do motofretista. “Vamos trabalhar para que todas as motocicletas cadastradas do município tenham os itens de segurança, incluindo o baú, porque isso também ajuda na regulamentação da própria profissão do motofrete”, destacou o secretário municipal de Transportes e Trânsito, Atílio André Pereira.

terça-feira, 30 de abril de 2013

Semmec e SindimotoGru assinam convenção coletiva

Robson Couto- Presidente do SindimotoGRU, Wagner de Moraes - Diretor Regional do Semmec,
 Antonio Brilhante -  Presidente do Semmec e André do SindimotoGRU

Aumento do piso salarial e benefícios 
são as principais conquistas

A convenção coletiva de trabalho que estipula as condições de trabalho para a categoria, foi assinada pelo Semmec – Sindicato das Empresas de Mensageiros Motociclistas do Estado de São Paulo e o SindimotoGru de Guarulhos e região.
Essa convenção vale por um período de 1 ano ou seja, com validade até 30 de abril de 2014. O motofretista profissional passou a ganhar um piso salarial de R$ 1.000,00, seguro de vida (com cobertura de R$ 25.000,00 por morte acidental, o mesmo valor para os casos de invalidez permanente total ou parcial por acidente e R$ 2.500,00 a título de auxílio funeral) e assistência odontológica pagos pela empresa.
Os empresários comprometem-se a pagar até 50% do valor da assistência médica.

segunda-feira, 15 de abril de 2013

“Não vai ter volta”, diz Daniel Telles diretor do DTP


Wanessa Lemos (Jornalista do JT) e Daniel Telles ( Diretor do DTP)

Essas palavras servem de alerta 
para os motoboys de São Paulo

A equipe do Jornal do Transporte fez uma entrevista exclusiva com o diretor Daniel Telles do DTP. Que assumiu o cargo em janeiro de 2013 logo após o prefeito Haddad tomar posse da prefeitura. Desde então vem tendo um trabalho árduo de 12 horas por dia para trazer benefícios à população.
Na entrevista, Daniel ressaltou diversas atividades que são responsabilidades do DTP como: 
Motofrete, táxis, transporte escolar, fretamento e transporte de carga.

JT: Qual a situação atual em relação aos mofretistas?
Daniel: Estamos fazendo um levantamento das empresas com cadastro e divulgando no Diário Oficial para que as pessoas fiquem cientes das que estão regulares.
Além disso, estamos notificando as empresas que não foram atualizadas a comparecem para se regularizar. Após esse período iremos entrar em ação e levaremos um fiscal em cada empresa para que seja feita a vistoria. Lembrando às pessoas que contratam serviços de tais que estão sob a irregularidade, você arca com as conseqüências. Estudamos também uma maneira de simplificar esse cadastramento.
Já no caso da fiscalização da resolução 411 do Contram que trata do curso, muitos não estão acreditando que a fiscalização vai funcionar, porém o estado está cercando e não vai ter volta.


JT: Haverá novo sorteio de vagas para o táxi?
Daniel: Isso é uma decisão do prefeito, ao todo são 33 mil táxis com alvarás.


JT: Como o DTP fiscaliza os taxistas?
Daniel: É um processo administrativo, o taxista tem que estar dentro dos aspectos técnicos e legais. Se ele não estiver dentro desses critérios podemos caçar.
Temos todo o prontuário do taxista de tudo que ele já fez, e avaliamos e se ele estiver ilegal mandamos à fiscalização do município.

JT: Qual programa está sendo desenvolvido pelo DTP para melhoria dessas áreas?
 Daniel: Uma grande novidade é que está sendo desenvolvido um edital para um leilão dos carros, lotação, táxis e ônibus que estão no pátio há muitos anos.
O ultimo leilão ocorreu em 2005, e queremos fazer o mais rápido possível para preservar o valor dos veículos já que eles estão deteriorando.
O outro projeto e que teremos uma parceria com vários órgãos, e assim criar um centro para que todos os serviços que tem a ver com o transporte público sejam feitos dentro do Pátio. O Detran, Ipem, DSV, SPTrans, DTI e Banco do Brasil serão os nossos parceiros, com apoio do Secretário de transporte Jilmar Tato e junto com o diretor do Detran Daniel Annerberg estão muito empolgados com esse projeto que tem tudo para funcionar , pois já existe um Posto em Aricanduva que é o Detran junto com o DSV. Vamos ajudar as pessoas para que não seja necessário o deslocamento, é um conceito como o do “Poupa Tempo”.

sábado, 16 de março de 2013

Toré se candidata para eleições para presidente do STRIIISP




O grupo “A luta continua” lança a Chapa 1


No dia 15 de março o Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Ônibus Rodoviários Internacionais de São Paulo, vai eleger o próximo presidente que terá um mandato 2014 até 2019.
No dia 8 de março ocorreu o evento de lançamento da chapa “A luta continua” no CMTC Clube, situado no Pari.
O presidente desta Chapa é o Secretário Nacional do Plano de Trabalho em Transportes da Nova Central, José Alves do Couto Filho,o “Toré” e os demais integrantes:  Francisco Demontier Leite (Tiê), Djalma Rodrigues da Silva, Antonio Asevedo, Reinaldo C. de Moraes, Sérgio Mota, Luis Carlos da Silva, Givaldo Paes de Melo (baixinho), Wilson Pereira dos Santos, Francisco Carvalho Filho (Chico), José Dalvemir de Araújo (Amarelinho), Antônio Edson (Tonho), Jair da Cruz Costa e Rogério da Silva Mendes (Bezerrão). 

xxxxx
O Toré vem representando muito bem esta diretoria, com uma atuação na direção da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado de São Paulo - FTTRESP, da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Terrestres - CNTTT e da Nova Central.
xxxxx


As suas principais lutas são a regulamentação da profissão de motorista, lei 12.619/2012, as negociações estaduais, além de dezenas de projetos de interesse dos trabalhadores que ainda aguardam aprovação no Congresso Nacional.“Tenho certeza que o nosso sindicato irá superar as dificuldades e realizar muitas conquistas na construção de uma história bem sucedida, além de tornar-se um importante instrumento de luta da categoria”, José Alves, candidato à presidente do S.T.E.R.I.I.I.S.P.

Segundo Toré, o movimento sindical tem que ser democrático, e só através de lutas incessantes é possível conquistar benefícios aos trabalhadores. Um dos exemplos é a regulamentação da profissão do motorista.
xxxxxxx
Ao eleger a Chapa 1, composta por esta diretoria que se apresenta, certamente ela irá continuar suas atividades visando melhores condições de trabalho e atualmente insistir com a lei do descanso, pois no movimento sindical não existe espaço para grupos desonestos que venham ameaçar os trabalhadores, e sim aos grupos comprometidos com a vida, a saúde e o bem estar de todos os trabalhadores em transporte pelo Brasil.

sexta-feira, 15 de março de 2013

Sindimoto-SP ganha judicialmente representatividade na cidade

Alemão - Presidente do Sindimoto

Após anos de luta sindicato é 
o verdadeiro representante da categoria

O Sindimoto/SP que existe há 12 anos vem lutando desde 2008 pela representatividade do Sindicato, pois durante anos estavam em uma disputa com outro sindicato.
A decisão foi unânime, pois, a banca inteira acompanhou o relator.
Com a publicação feita no diário oficial, acabou a confusão de legitimidade de quem representa quem.
Segundo Aldemir Martins mais conhecido como Alemão essa vitória abre um novo horizonte e colocar idéias em marcha.
“Queremos assinar uma convenção digna para os motoboys de R$1.500 e ter condições trabalho dignas; Construir um hospital próprio para atender toda a categoria. Apesar de parecer utopia, é possível fazermos isso”.
O alerta para as empresas e os motoboys e que terem muito cuidado ao assinar a convenção com qualquer outro sindicato, pois oficialmente ela já não tem mais validade assim que o prejuízo pode ser o dobro, porque apenas o Sindimoto-SP é valido.

quinta-feira, 14 de março de 2013

Sindimoto/SP tem novo jurídico


Conheça o advogado responsável
pelo ganho da causa

No dia 27 de fevereiro o Sindimoto/SP ganhou a causa no TST a respeito da legitimidade do Sindicato. Uma ação que havia ocorrendo há anos, o que ajudou na vitória da causa foi à substituição do jurídico, que com muito profissionalismo torno-se valido o direito do verdadeiro sindicato.
Dr. Renato Castelo Branco que tem 39 anos exerce a profissão há mais de 15 anos, ele diz que foi uma honra pode participar e lutar pelos direitos da categoria e que essa ação foi uma longa batalha para exercer a segurança em pro dos motoboys.
O processo que ficou em Brasília e foi julgado o agrave de revista e negado pelo agravante.
Agora só falta aguardar a certidão sindical que pode levar cerca de 3 meses para ser emitida.
Para maiores informações :
Telefone: 11-2914-7372

Sindicato do ABCD tem novas parcerias


A união promove desenvolvimento 
e vantagens para os taxistas

Os taxistas do ABCD agora podem desfrutar das novas vantagens que o sindicato vai proporcionar.
Uma delas é em conjunto com o Sebrae-SP, Sindicato dos taxistas do Grande ABC e a Prefeitura municipal de Santo André, convidam a todos para o lançamento do Programa do taxista empreendedor.
Esse programa é um curso desenvolvido para o taxista que está na batalha diária, em busca de informação e quer gerenciar melhor o seu táxi.
O evento vai ocorrer no dia 26 de março as 9:00 da manhã na sede do sindicato.
A outra novidade é o aplicativo móbile Taxijá, onde é possível solicitar um táxi pelo smartphone em apenas dois cliques. Esse aplicativo funciona em mais de 4 estados e tem cerca de 35 mil pessoas e 1.100 taxistas cadastrados.
A idéia da parceria surgiu devido à carência que o subúrbio atualmente tem, assim podem suprir a falta de táxis em todo ABC.
Os interessados podem se cadastrar gratuitamente pelo site: www.taxija.com/cadastro ou ligar para (11) 96610-9076.

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Contran não vai adiar fiscalização punitiva para motofrestistas e mototaxistas


Em reunião realizada em Brasília,
a proposta de ações educativas é rejeitada

O adiamento da fiscalização punitiva foi rejeitado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).  A Associação Nacional dos Detrans (AND), fez uma proposta para que cada Detran faria blitze educativas por um período máximo de 12 meses, adaptável à cada Estado porem essa proposta foi negada no dia 20 de fevreiro.
De acordo com Lei nº 12.009, editada em 2009, foi adiada duas vezes. As novas regras passaram a valer no dia 2 de fevereiro deste ano, inclusive a aplicação de multas. A lei regulamenta o exercício das atividades de mototaxistas e motofretistas, e estabelece regras de segurança para os serviços de transporte. Agora motoboys que não atenderem ás normas de segurança da profissão serão punidos de acordo com a lei.
A Resolução 356 do Contran, fala sobre a exigência do uso de equipamentos de segurança, como colete com faixas reflexivas, antena corta-pipa e protetor de pernas e a Resolução 410 a respeito do curso obrigatório de capacitação, com duração de 30 horas e grade curricular definida. São cinco horas de atividades práticas e 25 de aulas teóricas, que abordam ética, cidadania, segurança, saúde, transporte de cargas e risco na condução de motocicletas.
O motociclista que descumprir as regras estará sujeito às penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro, que pode chegar ter a multa de R$ 191,54, apreensão da motocicleta e até suspensão da carteira de habilitação, dependendo da infração.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Sindicato divulga em carta aberta posicionamento sobre a fiscalização


SindmotoVale faz uma carta aberta para conscientização a respeito da fiscalização da lei 12.009 que trata a respeito do curso de capacitação.
A carta ainda ressalta propostas  para as melhorias na categoria.
Abaixo segue a carta para visualização de todos:



segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Seguro DPVAT pode ser parcelado em até três vezes


A novidade surgiu no começo do
ano para beneficiar motos e vans


As categorias de motos (motofretistas e mototaxistas) e vans (transportadores escolares) agora, tem mais um beneficio para facilita o pagamento obrigatório do Seguro DPVAT. O parcelamento pode ser feito em até 3 vezes e valor fixo, a serem pagas consecutivamente. 
Porem as parcelas não são validas para veículos 0 km. O pagamento deve ser feito junto com o da cota única ou da 1ª parcela do IPVA.
Aqueles que decidirem pelo parcelamento e não cumprirem com o prazo estabelecido pelo calendário de vencimentos deverão pagar o valor devido até o vencimento da parcela seguinte.
O valor total para proprietários de moto é de 292,01 e para vans ( escolar) 247,42.
A guia de pagamento é gerada através do site do DPVAT pelo banco emissor ( Banco do Brasil), podendo ser paga em qualquer banco ate o prazo de vencimento.

Atualmente os proprietários de motos pagam 3 x a mais que o automóvel, devido aos números de acidentes serem maiores.

Para o Corretor  William de Araújo da empresa BV Seguros e que é proprietário de moto há anos, diz que essa novidade trouxe uma melhoria pro pagamento do DPVAT já que é um imposto caro.
“ Temos a opção de parcelar em 3 vezes um imposto que é obrigatório e caro a única desvantagem e que é cobrada o valor de R$1,83 por mês pelo boleto bancário”. 
A primeira parcela de William já foi paga assim ainda falta mais duas no valor de R$99,17.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Sindicatos que representam motoboys não aderem à manifestação


Reivindicações representariam um retrocesso
Frente a conquistas obtidas no setor

O Sindimoto-SP, SindimotoGRU e o Sindimotovale são contra as manifestações que não representam os interesses da categoria.
De acordo com os sindicatos, esse tipo de ato só tende a prejudicar todo o trabalho que vem sendo realizado por aqueles que desejam realmente melhores condições de trabalho e dignidade em sua atividade.
Segundo Natu, Presidente do Sindmotovale é importante à reivindicação porem sem colocar os trabalhadores em risco.
“Os trabalhadores que sofrem com esses atos, pois, correm o risco de perde seus empregos. Somos todos cumpridores de leis, temos que adequar e cumprir de acordo com a lei e cabe às lideranças sindicais junto com o governo e os órgãos nacionais discutirem e chegar a uma solução, sem por em risco os cidadãos”, fala Natu.
O posicionamento do Robson Couto presidente do Sindimotogru não é diferente; Eles iniciaram um cadastramento provisório para dar um prazo para que consiga ser feita a realização do curso, afirma que ações como esta reforça a falsa imagem do motoboy.
“As pessoas acreditam que motoboy é irresponsável, devemos mostrar que isso é uma mentira e que cada dia buscamos avançar no termos de segurança e qualidade, muitos já se adequaram é por isso vamos mostrar nossa qualidade junto com o curso. Tudo que é novo no começo é doloroso mais depois a tranqüilidade é merecida”.
Muitas dessas conquistas estão sendo criticadas já que o Governo têm se mostrado sensível aos pleitos do setor e está disposto a atender as nossas propostas de mudanças através de negociação, devendo em breve fazer os ajustes necessários nas novas regulamentações para dar melhores condições de trabalho.
Alemão presidente do Sindimoto São Paulo ressalta teve uma reunião com o diretor do DTP Daniel Teles no começo de janeiro, onde fizeram um oficio para o inicio da fiscalização dos equipamentos e assim que as vagas para o curso forem suficientes para os motoboys que daí comece a fiscalização.
“É evidente que esse protesto realizado em São Paulo é feito por pessoas que tem o interesse político e não luta em prol da categoria, precisamos acordar para realidade, e independente de quando comece a fiscalização ela vai vir. Temos habilidade assim que temos que ter agora o certificado”, diz Alemão.

O presidente do Sindmoto Baixada, Paulo Barbosa, menciona que ações de rua geram uma má influência sobre toda a representatividade e como é, surge uma falsa idéia que a informalidade é um beneficio para eles quando no final o prejuízo é maior. 
“Quando olhamos os motoboys nessas manifestações vemos que aqueles que aderem não estão com seu equipamentos adequados,sem colete e assim as pessoas acham que a categoria não cumpre a lei, quando tem muitos que lutam dia após dia.
 O motoboy regulamentado vai ter muitas conquistas depois que ele ter na carteira escrito que ele é um profissional, todos vão valorizar essa profissão”.


Robson Couto -Presidente do Sindimotogru, Geraldo Alckmin - Governador/SP e
Paulo Barbosa - Presidente do Sindimoto Baixada





Alemão, presidente do Sindmoto- SP; Carlos Ortiz, Secretário do Trabalho e emprego e Natu, presidente do Sind. Motoboys e Motociclistas de S.J. do Campos 


terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Semmec e Sindimoto-Bauru fecham convenção


Brilhante (Semmec), Paulo Estevam e Paulo Faria ( Sindimoto Bauru)

Aumento salarial e benefícios 
são principais conquistas

O Semmec - Sindicato das Empresas de Mensageiros Motociclistas do Estado de São Paulo e o Sindimoto de Bauru e região, representados pelos presidentes Antonio Brilhante e Paulo Estevam, acabam de assinar a convenção coletiva de trabalho para beneficiar o motofretista que passará até um aumento salarial de R$872,00 seguro de saúde e assistência odontológica pago pela empresa.
O contratante compromete-se a pagar até 50% do valor do seguro de vida, com cobertura de R$ 25.000,00 por morte acidental, o mesmo valor para os casos de invalidez permanente total ou parcial por acidente e R$ 2.500,00 a titulo do auxilio funeral.
Essa parceria é de dois anos assim que a finalização dela é para o 31/12/2014



Mebros do Sindicato

Paulo Estevam: Presidente
Paulo Faria: Secretario Geral
Aparecido Campinas: Tesoureiro


Contato:

Rua Marcos Stolsis, 41 – Centro – Piraju/SP- Cep: 18800-000
Telefone (14)3351-7127 / email: sindimotobauru@hotmail.com