quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Uber finalmente é proibido na cidade de São Paulo

Taxistas esperando decisão do prefeito

Após a vitória da votação da Câmara dos vereadores de São Paulo na qual votaram no projeto que proíbe o aplicativo, os 33 mil taxistas aguardavam ansiosamente a decisão do prefeito Fernando Haddad sobre a sanção ou veto á lei que ocorreu no dia 8 de outubro. A sanção foi aprovada e assim proibi aplicativos que utilizam o transporte individual de passageiros em carros particulares.
A Uber poderá continuar existindo mas sobre regulamentação, a opção oferecida pela prefeitura é a criação de uma nova categoria, o táxi preto, que vai atender apenas por aplicativo.
O presidente do Sindicato dos Taxistas Autônomos, Natalício Bezerra, afirmou que foi uma medida maravilhosa, porém tem muita luta pela frente.

“O sindicato ainda briga na Justiça para derrubar a liminar que autoriza o aplicativo a operar; Enquanto não há uma decisão favorável, comemoramos várias conquistas dos últimos anos e os taxistas vêm atuando em várias ações que vieram de fora do “poder público”. Foi o caso da ação do Ministério Público pela realização de uma licitação para definir os taxistas habilitados a trabalhar na cidade.O sindicato entrou com uma ação, o prefeito entrou com outro”, afirma Natalício.

Nenhum comentário:

Postar um comentário