quinta-feira, 31 de março de 2016

Motociclistas podem ser obrigados a pagarem zona azul

A prefeitura de São Paulo pretende cobrar os motociclistas pelo estacionamento nas 20 mil vagas exclusivas para categoria moto em áreas de Zona Azul, que atualmente são gratuitas.
A prefeitura afirma que esse é um projeto de mudanças no sistema, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Transportes e pela CET (Companhia de Engenharia de Trafego).

O projeto prevê a extinção dos talões de Zona Azul e passa a ser substituído por um modelo de cobrança eletrônica, em que o pagamento ser feito por meio de um aplicativo de celular.
A cobrança para motocicletas em vagas de estacionamento rotativo tem sido aplicada nos últimos anos em cidades do interior paulista como Araçatuba, Taubaté e Ibiúna, e em outros Estados, como Juiz de Fora (MG), Londrina e Ponta Grossa (PR). Geralmente, cobra-se metade do valor definido para carros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário