segunda-feira, 30 de maio de 2016

Documento para conduzir "cinquentinha" passa a ser exigido

Quem descumprir a regra cometerá infração gravíssima, 
com multa de R$ 574,62 e apreensão do veículo.


Com as novas normas de trânsito, guiar as "cinquentinha" (motos com motor de até 50 cc) será preciso ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria A, para motos, ou a chamada ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotores), um documento pouco conhecido e que tem baixíssima procura.
Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), até o fim de fevereiro, havia apenas 678 ACCs emitidas no país contra mais de 25 milhões de CNHs na categoria A. 

Por outro lado, tirar a ACC é mais rápido, porque são exigidas menos horas-aula.
Mas a maioria dos Detrans cobra os mesmos valores para emissão da CNH 

E nem todas as autoescolas estão prontas para dar o curso para ACC, apesar de o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) ter adiado em 3 meses a aplicação de multa aos não-habilitados justamente para que os Centros de Formação de Condutores (CFCs) se preparassem.

São Paulo ainda não está emitindo a ACC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário