segunda-feira, 2 de julho de 2018

Haitianos são maioria dos refugiados inscritos para dirigir em serviço de táxi

Táxis na capital paulista
Haitianos compõem a maioria dos refugiados que se cadastraram no aplicativo 99 para trabalhar como motoristas do serviço em cidades do Brasil. Venezuelanos e bolivianos ocuparam, respectivamente, o segundo e o terceiro lugar.

Ao todo, 73 estrangeiros se inscreveram na plataforma nos primeiros sete dias desde que a 99 abriu o credenciamento para eles, na quarta (20), data em que é celebrado o Dia Mundial do Refugiado. Na lista ainda há peruanos, nigerianos, ganenses e libaneses.

A empresa espera aumento de mais de 170% na demanda nas próximas semanas, conforme esses estrangeiros regularizem a documentação necessária para poder dirigir. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário